QUARTA –LBJ- ÊX 3.1,2 -A SÓS COM DEUS NO DESERTO.

O caminho da redenção

        Passaram-se os anos, e Moisés nunca mais soube como viviam seus irmãos Arão e Miriã na terra da servidão.  Nem mesmo sabia se ainda viviam. Para ele, a vida no Egito era apenas uma lembrança. Entretanto, Deus não esquecera a promessa feita ao amigo Abraão (2 Cr 20.7).
        Os quatrocentos anos de escravidão estavam terminando, e a hora da redenção de Israel se aproximava (Gn 15.7,13,16).
Moisés continuava cheio de vigor e disposição para o trabalho.
Ele não imaginava que dentro de pouco tempo voltaria ao Egito para libertar o povo de Deus e viver a sua maior experiência de fé. Uma grande surpresa lhe aguardava. Vejamos como tudo aconteceu: “E apascentava Moisés o rebanho de Jetro, seu sogro, sacerdote em Midiã; e levou o rebanho atrás do deserto e veio ao monte de Deus, a Horebe. E apareceu-lhe 0 anjo do S en h o r em uma chama de fogo, no meio de uma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia” (Êx 3.1,2).

1. Deus mostrou-lhe algo jamais visto.

Ele viu o fogo ardendo no meio da sarça, e esta não se consumia.
Como se sabe, a curiosidade é uma característica natural do ser humano. Moisés não era uma exceção, não sabendo do que se tratava e julgando que podia observar melhor aquele fenômeno, APROXIMOU-SE para uma verificação mais apurada. Então pôde constatar duas coisas: o sol do deserto era causticante; o fogo ardente também produzia muito calor; porém, a sarça não era consumida. Moisés entendeu que somente Deus poderia agir de forma tão perfeita.

Material extraído do livro:
Comentário do Antigo Testamento
Cohen, Armando Chaves
 Comentário Bíblico: Exodo.../Armando Chaves Cohen

1ª ed. - Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de Deus, 1998.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jorge Whitefield - Heróis da Fé.

Não deixe morrer o sonho.

A importância dos limites

Um dos maiores defensores da ortodoxia na Igreja Primitiva

Davi Brainerd – Herois da Fé- Um arauto aos peles-vermelhas

Terça - At 16.25 . LBJ. Controlando a ansiedade diante da tribulação.

Teologia Bíblica da Oração

Quinta - Rm 4.18,19 – LBJ - Fé e esperança

Quarta - Jo 16.8 –LBA- O Espírito Santo convence do pecado, da justiça e do juízo

Quinta - Hb 10.12 - A morte de Jesus foi expiatória.