LBA-O NOVO NASCIMENTO É NASCER DO ESPÍRITO.

Jo 3.3 Jesus respondeu e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus.

Nesta  semana estaremos na escola bíblica dominical classe de adultos estudando sobre o tema: a necessidade do novo nascimento. Os versículos aqui expostos foram retirados do livro, comentário do novo testamento aplicação pessoal.


3.3 As palavras de Jesus são indiscutíveis e apropriadas: “Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus”. O fato de uma pessoa precisar nascer novamente se referia a um nascimento espiritual, mas Nicodemos entendeu que Jesus se referia a um renascimento físico.  Mas o que Jesus podia esperar que Nicodemos soubesse sobre o Reino? A partir das Escrituras ele poderia saber que o Reino seria governado por Deus, seria finalmente restaurado na terra e iria incorporar o povo de Deus. Jesus revelou a esse piedoso fariseu que o Reino seria disponibilizado a todo o mundo (3.16), não apenas aos judeus, e que Nicodemos não faria parte dele a não ser que nascesse novamente (3.5). Esse era um conceito revolucionário: o Reino é pessoal, e não nacional ou étnico, e as exigências para entrar nele são o arrependimento e o novo nascimento espiritual. Mais tarde, Jesus ensinou que o Reino de Deus já havia começado no coração dos crentes (Lc 17.21), e estará plenamente realizado quando Ele voltar para julgar o mundo e abolir a
iniqüidade para sempre (Ap 21-22).
        Durante o ministério terreno de Jesus, o Reino de Deus esteve presente com Ele (Lc 17.21). “Ver” o Reino de Deus significa, em parte, ter uma percepção ou um entendimento especial sobre o seu absoluto controle. Mas tem também um sentido de pertencer ou de cidadania. O fato de “ver” não tem apenas o propósito de fazer um exame, ele representa a participação. Portanto, “ver” quer dizer ser um cidadão, mas ainda sem ser capaz de exercer todos os direitos e privilégios dessa cidadania. Nicodemos estava aprendendo que o povo de Israel havia sido escolhido para ser o veículo da mensagem de Deus ao mundo, e não para ser o único beneficiário desse relacionamento.





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jorge Whitefield - Heróis da Fé.

Não deixe morrer o sonho.

A importância dos limites

Um dos maiores defensores da ortodoxia na Igreja Primitiva

Davi Brainerd – Herois da Fé- Um arauto aos peles-vermelhas

Terça - At 16.25 . LBJ. Controlando a ansiedade diante da tribulação.

Teologia Bíblica da Oração

Quinta - Rm 4.18,19 – LBJ - Fé e esperança

Quarta - Jo 16.8 –LBA- O Espírito Santo convence do pecado, da justiça e do juízo

Quinta - Hb 10.12 - A morte de Jesus foi expiatória.