Contrição

           A contrição é o ato de alguém se lamentar e realmente entristecer-se pelos próprios pecados ou delitos. No hebraico, a palavra dakka  significa “esmagado”, “ferido”, “contrito”. Os exemplos no Antigo Testamento do uso adjetivado dessa palavra são os seguintes: Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado e salva os contritos de espírito (SI 34.18, grifo do autor). Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita a eternidade e cujo nome é Santo: Em um alto e santo lugar habito e também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e para vivificar o coração dos contritos (Is 57.15, grifo do autor). A contrição é uma atitude de coração que envolve humildade, quebrantamento de espírito, admissão de pecado e tristeza pelas transgressões cometidas; ao mesmo tempo, implora a Deus por sua misericórdia.

Retirado do livro: Teologia Bíblica da Oração. O Espirito nos ajuda a orar.

Robert L. Brandt e Zenas J. Bicket
Todos os direitos reservados. Copyright © 2007 para a língua portuguesa da Casa
Publicadora das Assembléias de Deus. Aprovado pelo Conselho de Doutrina.
Título do original em inglês: The Spirit Help Us Pray
Logion Press, Springfield, Missouri
Primeira edição em inglês: 1993
Tradução: João Marques Bentes
Revisão: Gleyce Duque

Editoração: Flamir Ambrósio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jorge Whitefield - Heróis da Fé.

Não deixe morrer o sonho.

A importância dos limites

Um dos maiores defensores da ortodoxia na Igreja Primitiva

Davi Brainerd – Herois da Fé- Um arauto aos peles-vermelhas

Terça - At 16.25 . LBJ. Controlando a ansiedade diante da tribulação.

Teologia Bíblica da Oração

Quinta - Rm 4.18,19 – LBJ - Fé e esperança

Quarta - Jo 16.8 –LBA- O Espírito Santo convence do pecado, da justiça e do juízo

Quinta - Hb 10.12 - A morte de Jesus foi expiatória.