Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

Algumas Maneiras Diferentes de como a Bíblia Fala do Amor de Deus

Extraído do livro "A Difícil Doutrina do Amor de Deus"É melhor eu lhe avisar que nem todas as passagens a que faço referência usam na verdade a palavra amor. Quando falo da doutrina do amor de Deus, incluo temas e textos que retratam o amor de Deus sem nunca usar a palavra,assim como Jesus diz parábolas que retratam a graça, sem usar a palavra graça. Com este aviso à frente, chamo a sua atenção para cinco maneiras distinguíveis com que a Bíblia fala do amor de Deus. Esta não é uma lista exaustiva, mas é heuristicamente útil.
            (1) O amor peculiar do Pai pelo Filho, e do Filho pelo Pai. O Evangelho de João é especialmente rico neste tema. Duas vezes somos informados que o Pai ama o Filho, uma vez com o verbo grego agapad (Jo 3.35), e uma vez comphiléõ (Jo 5.20). No entanto, o evangelista insiste também que o mundo deve aprender que Jesus ama o Pai (Jo 14.31). Este amor intra-Trinitariano de Deus não só separa o monoteísmo cristão de todos os outros monoteísmos, mas e…

DESCENDENTES DE NOÉ ATÉ JACÓ. DIVERSOS PAÍSES QUE ELES OCUPARAM.

Gênesis 10. Os filhos dos filhos de Noé, para honrar-lhe a memória, deram os próprios nomes aos países onde se estabeleceram. Assim, os sete filhos de Jafé, que se estabeleceram pela Ásia desde o monte Tauro e o Amã até o rio de Tanais e na Europa até Gades, deram os seus nomes às terras que ocuparam e que não eram ainda povoadas. Gomer fundou a colônia dos gôrneres, que os gregos chamam gaiatas. Magogue fundou a dos magogianos, a que chamam citas. Javã deu o nome à Jônia e a toda a nação dos gregos. Madai foi o fundador dos madianos, que os gregos chamam medas. Tubal deu o seu nome aos tubalinos, que agora se chamam iberos.* Meseque deu o próprio nome aos mescinianos (o de capadócios, que eles têm agora, é novo), e ainda hoje uma de suas cidades tem o nome de Malaca, o que nos mostra que essa cidade antigamente se chamava assim. Tiras deu o seu nome aos tírios, dos quais foi o príncipe e que os gregos chamam trácios. Assim, todas essas nações foram fundadas pelos filhos de Ja…

Por que a Doutrina do Amor de Deus Deve Ser Julgada Difícil - Extraído do livro "A Difícil Doutrina do Amor de Deus"

DISTORCENDO O  AMOR DE DEUS
            Sabendo o título desta obra, "A Difícil Doutrina do Amor de Deus", você bem poderá ser perdoado por pensar que o palestrante W. H. Griffith Thomas, de 1998, perdeu o bom senso. Se ele tivesse escolhido falar sobre "A Difícil Doutrina da Trindade", ou "A Difícil Doutrina da Predestinação", pelo menos o seu título teria sido coerente.             Mas será que a doutrina do amor de Deus não é, digamos, fácil se comparada a estes ensinos profundos e, em parte, misteriosos?
A. Por que a Doutrina do Amor de Deus Deve Ser Julgada Difícil Há pelo menos cinco razões.             (1) Se as pessoas crêem em Deus hoje, a maioria esmagadora defende que este Deus é um ser amoroso. Mas é isto que torna a tarefa do testemunho cristão tão desanimadora, simplesmente porque esta crença amplamente disseminada no amor de Deus é estabelecida com uma freqüência crescente em algum molde que não é a teologia bíblica. O resultado é que quando cri…

A RAZÃO DA NOSSA FÉ - LIVRO DE APOIO DO 3º TR. 2017 ADULTO

Imagem
Capítulo 1: INSPIRAÇÃO DIVINA E AUTORIDADE DA BÍBLIA ................................................................... 11
Cânon e inspiração........................................................................................................................................................ 11
Credibilidade dos textos bíblicos ............................................................................................................................. 15
A Versão dos Setenta ................................................................................................................................................. 18
A tradução para outras línguas tem a aprovação divina................................................................................... 19


Capítulo 2: DEUS E A CRIAÇÃO ................................................................................................................. 21
A primeira declaração dos credos .......................................................…

• SANTIFICAÇÃO (PARA O CORPO)

• SANTIFICAÇÃO (PARA O CORPO): (Rm.1:4; Rm.6:19; Rm.6:22; 1 Co.1:30; 2 Co.7:1; 1 Ts.4:3-7; 2 Ts.2:13; Hb.12:14; 1 Pe.1:2).
NO NOVO TESTAMENTO: * - Consagração, purificação. A pessoa em novidade de vida dedica-se a servir a Deus. (separação / dedicação e purificação): Deus é o Santo; Cristo é Sumo-sacerdote; pecado é impureza; o arrependimento (consciente da impureza) me faz ter um substituto no altar e assim, vivo p/servir ao nosso Deus.
a) NATUREZA: (consagração) • Separação (para perfeição moral e uso divino); • Dedicação (consagração à comunhão e serviço; dedicação exclusiva a Deus); • Purificação (limpeza pela palavra, sangue de Jesus e Espírito Santo); • Consagração (vida santa e justa, regenerada, conforme a lei; exortação à purificação (2Co.7:1); • Serviço (Servir como sacerdote, oferecendo sacrifício de louvor (Hb.13:15); • Sacrifício Vivo (Rm.12:1).
b) TEMPO: 2 Idéias: 1Co.1:2- • Posicional - Instantânea perante Deus. • Prática e Progressiva como santos (separados), santificados (na Pala…