Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

Gestos de gratidão a Deus

Para esta reflexão, tomemos como base o texto do Evangelho segundo escreveu o apóstolo Mateus, capítulo 26, versículos de 6 a 13. Desejo falar sobre gratidão. Muitas são as vezes nas quais deveríamos manifestar maior gratidão a Deus pelo que nos concede diariamente, mormente pelo fato de nos redimir e de dar-nos a capacidade de exercitar algo para Ele. Mas, como seres egoístas no qual muitas vezes nos tornamos, desejamos trazer para nós apenas os louros das vitórias e as histórias de sucessos, esquecendo-nos da gratidão. Devemos nos lembrar sempre da verdade de que jamais poderemos pensar em gratidão, a menos que ela envolva mais do que nossas palavras: envolva o nosso ser em todas as suas utilidades nesta vida. No Seu grande Sermão Profético, Jesus definiu claramente no que consiste a verdadeira gratidão: “Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Porque tive fome, e deste…

O poder restaurador do amor de Deus

Por: Gesiel Pereira Dos três milagres de Jesus em que Ele esteve ressuscitando pessoas, devolvendo a vida e a alegria, e glorificando o Pai que está nos céus por meio desses milagres, podemos afirmar que o acontecimento narrado pelo evangelista Lucas na cidade de Naim (Lc 7.11-17) foi o mais comovente e deslumbrante. O que nos chama a atenção nas outras ressurreições - a volta à vida da filha de Jairo e a ressurreição de Lazaro - é que, por mais que o poder, o amor e a compaixão de Cristo estejam sendo manifestados, o crer é exigido tanto de Jairo como de Marta e Maria. Nos dois casos, os interessados partem ao encontro de Jesus, ao contrario do milagre acontecido na cidade de Naim, onde Jesus vai ao encontro da viúva. Em Naim, acontecera um milagre subsequente de Jesus, visto que Ele partira a Naim vindo de Cafarnaum (Lc 7.1-10), de um cenário onde “goteja fé”, e muita fé por sinal, pois o próprio Jesus maravilhou-se de não ter visto tanta fé nem mesmo em Israel. Mas, o que levou o Se…

Convite a um esforço de evangelização no Brasil

Na determinação do querido Mestre Jesus aos seus discípulos, está bem explícita a prioridade da Igreja: “Ide por todo mundo, pregai o evangelho a toda criatura” (Mc 16.15). Este esplendoroso trabalho, a nós confiado, exige dedicação especial. A Assembléia de Deus é uma Igreja dinâmica, o nosso amor pelas almas nos constrange a evangelizar, ganhar vidas para Cristo e discipular com carinho àqueles que, convencidos pelo Espírito Santo, aceitam a gloriosa salvação de Jesus Cristo. Neste ano em que ela comemora 105 anos, a revista “Lições Bíblicas” do terceiro trimestre de Escola Dominical da CPAD trata exatamente da Grande Comissão. Convidamos aos assembleianos de todo o país a, nesse período, empreenderem um esforço nacional de evangelização em favor do nosso país. A cada semana, a revista “Lições Bíblicas” tratará de uma área relacionada à evangelização e dicas e orientações serão passadas no sentido de incentivar os irmãos em todo o Brasil a se dedicarem àquela área naquela semana. Se…

(Subsídio Teológico) Lição 5 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias

Imagem
Introdução Simônides de Céos (556-468 a.C.) afirmou que a cidade é a grande mestra do ser humano. Não sei em que sentido o poeta grego referia-se ao caráter pedagógico da metrópole. Acredito que tanto no bom quanto no mau sentido. Na cidade, apreendemos a fazer o bem e a solidarizar-nos nas emergências e tragédias. Ela, porém, dá-nos a impressão de que jamais deixa de ser emergente e trágica, pois leva-nos a ver o mal em cada uma de suas praças e logradouros. Que alternativa nos resta? A natureza gregária da alma humana prende-nos ao espírito urbano. Logo, não podemos fugir à cidade. Se nos voltarmos, porém, à Bíblia Sagrada, constataremos que ainda é possível ser feliz numa megalópole como São Paulo; a bênção divina não cobre apenas o campônio, mas também o citadino. Confortando os israelitas prestes a deixar o nomadismo para se tornarem gregários, promete-lhes o Senhor: “Bendito serás tu na cidade e bendito serás no campo” (Dt 28.3). O que nos ensina a promessa divina? Antes de tudo, qu…

Subsídio Lição 5 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias

No século 21, há um desafio imenso para a Igreja de Cristo: evangelizar a sociedade urbana. Por isso, é importante, a partir da lição estudada, nós refletirmos sobre as razões de uma evangelização de grande porte numa sociedade urbana e o meio de evangelização. A mensagem de Jesus deve ser apresentada a todos Um dos requisitos necessários à evangelização é a capacidade de quem evangeliza compartilhar, publicar, espalhar e anunciar uma notícia boa e nova para todo o ser humano, declarando que ela é relevante e verdadeira. A boa nova é a mensagem de nosso Senhor. Ela foi anunciada ontem pelos santos apóstolos, é anunciada hoje pela igreja visível do Senhor e, até a vinda de Jesus Cristo, será anunciada sempre. O conteúdo da mensagem O que pregar na evangelização? Ora, o conteúdo da mensagem de quem evangeliza passa inevitavelmente pelo tema da salvação, que é o anúncio de que Deus está consertando alguma situação destruída ou completamente equivocada. Imediatamente esse processo pode ser de…

"SUBSÍDIO TEOLÓGICO" O Trabalho e Atributos do Ganhador de Alma

Imagem
Introdução O evangelista é um precioso dom de Cristo à sua Igreja. Sem o ministério da proclamação, o evangelho teria morrido em Jerusalém. Mas,por intermédio de obreiros como Filipe, a mensagem da cruz,ultrapassando as fronteiras da Judeia, chegou a Samaria. E, desse recanto gentio tão desprezado, as Boas-Novas não demoraram a chegar aos confins da Terra. O evangelista assemelha-se ao bandeirante que, jamais temendo o desconhecido, sai a falar de Cristo aos povoados mais remotos e estressantes. O seu retorno, porém, é jubiloso. De maneira sacrifical, apresenta preciosas almas ao Senhor. Seja falando a uma única pessoa, seja pregando às multidões, o seu amor pelos que perecem é o mesmo. Proclamar o evangelho é a sua missão. Neste capítulo, enfocaremos o evangelista como o agente das Boas- Novas. Veremos que ele é essencial à expansão do Reino de Deus. Paulo destaca o seu ministério como um dos mais importantes da Igreja. Ele é o semeador que saiu a semear.
I. Evangelista, um Dom de Deus Lei…